Então é natal...

Olá meus lindos e lindas, já é natal! 🎅 🎄 🎁 🎉
Quero deixar algumas dicas de decoração, e uma mensagem super importante para vocês.

A primeira decoração de natal é montar uma lareira. Veja como ficou a minha.


A lareira é super fácil de fazer, é uma lareira de papelão, e depois a enfeitei com alguns objetos, e enchemos de presentes para trocar, caso se interesse em montar uma lareira segue o vídeo que usei como base.


 


A segunda decoração é para arrasar nas fotos, são plaquinhas.



É super fácil de fazer, imprime os moldes, corta, arruma alguns palitos de churrasco, e cola na folha com fita crepe.

















 




Então é natal... 

Meus lindos e lindas, estamos no natal, muitas vezes o verdadeiro significado desse dia passa despercebido.
O natal é comemorado todo dia 25 de dezembro, as pessoas enfeitam suas casas, colocam pisca pisca, árvores de natal, e compram presentes, fora toda a comilança que tem, isso é bom? é maravilhoso. Mas não podemos esquecer que o significado do natal é o nascimento de Jesus Cristo, um homem muito importante, que teve uma das melhores, senão, a maior história da humanidade. Que foi capaz de demonstrar o maior ato de amor, morrendo para que os pecadores pudessem ser salvos. Portanto natal é época de amor, de reunir a família, de aproveitar o momento, e principalmente de agradecer a Deus por tudo que Ele fez, e faz por nós.
Desejo a você um feliz natal e prospero ano novo, que seus dias sejam amáveis, fartos, felizes, assim, como esperamos que sejam nossos natais.

12 Cartas em 12 meses #Dezembro

Olá meus lindos e lindas, como estão? 
Visitando alguns blogs achei um desafio muito legal que é 12 Cartas em 12 meses, e como amo escrever aceitei o desafio.
O desafio do mês de Dezembro é para eu escrever uma carta de despedida.
Dá um play na música abaixo (sim minhas cartinhas tem direito a trilha sonora) e se aventure comigo!
 




DEZEMBRO – UMA CARTA DE DESPEDIDA
Playlist: The Way – Zack Hensey



Queridos entes e amigos, 

Essa é uma carta que deverá ser lida quando eu já tiver partido. Não para uma viajem em outra cidade, estado, ou até mesmo País, mas quando for uma viagem sem a mínima chance de retorno.
Nunca sabemos quando iremos perder alguém que amamos né?
Certo dia uma pessoa que eu conhecia veio a falecer, não posso dizer que era uma pessoa que estava sempre ali comigo e vice-versa, mas eu a conhecia, e era uma boa pessoa, sua morte foi um choque para mim. Isso me mostrou que nunca estamos preparados para a morte. Foi o que pensei quando estava indo para o velório dessa pessoa, a vida é um espaço curto do agora até daqui a pouco, quem garante o que pode acontecer nesses curtos segundos?
É por isso que devemos amar intensamente, e mostrar as pessoas o quanto as amamos, devemos aproveitar cada momento, rir muito, chorar também, porque chorar é preciso. Devemos errar, pois é errando que se aprende, devemos tentar superar sempre, lutar por aquilo que queremos. Devemos ri das nossas desgraças. Caiu? Levanta e depois você ainda fará as pessoas ri quando contar a elas do seu tombo. A vida é um tempo curto entre o agora e o daqui a pouco. Pense nisso. Não, não é um mero clichê, é uma verdade.
Eu queria poder saber o exato segundo em que irei partir, assim eu poderia dar o meu último adeus, eu tenho medo de partir e as pessoas não saberem o quanto eu as amei, tenho medo de não ter feito o suficiente por elas. Tenho medo de não ficar na memória de quem eu tanto amei.
A vida é um curto espaço de tempo entre o agora e o daqui a pouco. Viva.
No velório dessa pessoa eu achei que não deveria chorar porque eu não era um familiar, nem uma pessoa tão próxima, mas eu chorei, porque apesar de tudo, eu a conhecia, e era uma vida, uma vida que tinha ido embora. Um espaço curto de tempo.
Na minha partida, se precisar chorar, chore, chore quantas vezes for necessário, é preciso chorar, é preciso um luto. E tudo bem, depois você pode seguir em frente. Porque a vida é isso, é o agora. Pode seguir em frente, só não esqueça do quanto te amei, do quanto eu te amei, a vida é um curto espaço de tempo.
Grita quando for necessário gritar, lute pelo que se quer lutar, ame sem medo de se machucar, briga, mas depois venha a se reconciliar, abrace apertado como se não fosse receber nunca mais um abraço, dê amor a quem precisa, faça diferente, faça a diferença, você não veio aqui para estudar, trabalhar e morrer, você veio para viver, VIVER, dance sem ter vergonha, cante mesmo que seja desafinado, seja criança por um dia, faça o que você tem medo, e faça aquilo também que sempre quis fazer, lute pelos seus sonhos, e não esqueça jamais do teu Criador. Viva, ame, pois, a vida é um curto espaço de tempo entre o agora e o daqui a pouco.



Com carinho, 


De alguém que está tentando viver um dia de cada vez.



Caso queira ler as outras cartinhas é só acessar: 12 Cartas em 12 Meses

12 Cartas em 12 meses #Novembro

Olá meus lindos e lindas, como estão? 
Visitando alguns blogs achei um desafio muito legal que é 12 Cartas em 12 meses, e como amo escrever aceitei o desafio.
O desafio do mês de Novembro é para eu escrever uma carta de perdão, confesso que achei que era fácil perdoar, até me sentir muito ferida e ver o quão difícil é perdoar alguém que um dia muito me magoou.
Dá um play na música abaixo (sim minhas cartinhas tem direito a trilha sonora) e se aventure comigo!


OUTUBRO UMA CARTA DE PERDÃO
Playlist: When I Was Your Man - Bruno Mars



Querido, 


Sempre me considerei uma pessoa que perdoava fácil, que era capaz de amar de novo mesmo sendo magoada, até você chegar em minha vida e fazer uma completa bagunça. 
Eu poderia descrever perfeitamente a minha sensação no final de 2011, eu estava começando a me apaixonar por você. Nós começamos conversando pelo Orkut (velhos pra caramba!), e depois passamos a conversar pelo msn, e eu ficava muito feliz quando te via online, e pensava em mil desculpas para ir falar com você. 
Em pouco tempo eu estava começando a me apaixonar, aquela paixão que se não alimentarmos acaba logo, mas a questão é que eu alimentei. 
Certo dia eu disse que não estava bem, e você me fez uma série de perguntas, e uma delas é se eu estava apaixonada, declarei que era por você, mas antes precisei tirar de você a informação de que eu era correspondida. 
Parecia tudo bem, mas eu nunca fui a garota que aguentava esperar, sempre quis que tudo acontecesse rápido, e acabei te pressionado. 
Eu achei que finalmente as coisas dariam certo, mas para a minha infelicidade, eu me machuquei feio. 
Passou 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, lá estava eu, chorando, me humilhando, suplicado pelo seu amor, amor? Que amor? 
Lembra das vezes que eu preparei coisas para você e você me deixou na mão? Lembra das vezes que te chamei para sair e você “não” pôde ir? Lembra das vezes que você tentou conhecer a minha família? Que aliás, foi bem mínima! Lembra das vezes que você disse as coisas vão mudar e não mudaram? Lembra da vez que você disse “somos só amigos” e logo depois disse “não fica assim meu anjo”? Lembra da vez que você disse “vou tomar uma atitude”, e me trocou pelos seus amigos? Lembra de todas essas vezes? Elas estão aqui, guardadas na minha memória. Lembra quantas vezes eu tentei te alertar que esse dia iria chegar? Inúmeras. Todas ás vezes que eu disse estar insatisfeita era porque eu queria que você tomasse uma atitude, uma maldita atitude. 
Sabe quantas vezes eu chorei por você? Não! Você não sabe, porque você nunca viu. 
Ninguém é obrigado a gostar de ninguém, mas não deveríamos dizer sentir o que não sentimos. 
Tudo isso foi doloroso demais para mim, doeu porque eu gostei de você como nunca havia gostado de ninguém antes, doeu porque eu criei expectativas, doeu porque eu criei lanços, doeu porque eu acreditava que podia existir “nós”, mas nunca existiu. Doeu, porque eu senti, eu gostei muito de você, mas enfim eu posso dizer que tudo isso é passado, doeu, mas não dói mais. Eu fiquei sim com ódio, rancor, queria sim fazer você sofrer, não imaginava te perdoar por me magoar. Mas sabe, hoje, hoje eu te perdoo. Deus não dá um sofrimento maior do que possamos suportar, e nenhuma dor vem em vão, eu aprendi muito nesses anos, e mesmo em meio a sofrimentos eu conheci pessoas maravilhosas e que amo profundamente, graças a você. Eu até poderia dizer que podemos ser grandes amigos, mas aí, já é pedir demais. Tudo isso, ficou para trás, o melhor que podemos fazer é seguir nossas vidas, eu não vou voltar a ser aquela garota que você conheceu, e isso é bem justo. Eu oro por você, e desejo a sua felicidade, eu te perdoo, eu me perdoo, e espero que você também possa me perdoar, porque eu sei que nos meus momentos mais tristes eu tentei te fazer sofrer também.   



Com carinho,


De alguém que sofreu e cresceu.



 
Caso queira ler as outras cartinhas é só acessar: 12 Cartas em 12 Meses


Calendário 2016 - Dezembro

Oi oi meus lindos e lindas. 💓
Eu sumi né? Desculpa meus amores, mas a faculdade esse período foi puxada, mas enfim aqui estou, em véspera de férias, e querendo trazer muitas novidades para vocês. 🙋 😍
E não poderia esquecer do último calendário mensal do ano de 2016. Confere ai!


NÃO DESEJE FELIZ ANO NOVO, DESEJE NOVAS ATITUDES, POIS O NOVO ANO SERÁ O MESMO, SE AS SUAS ATITUDES FOREM AS MESMAS.

E lá se vai mais um ano... O que você aprendeu em 2016? Tem muitas histórias para contar? Tirou muitas fotos? Riu muito? Viveu momentos incríveis? Espero que sim, em um ano muita coisa pode acontecer, mas para que as coisas aconteçam, você precisa se mover, nada cai do céu a não ser a chuva, portanto não espere novos começos, um ano novo melhor, se você não deseja ir atrás dos seus objetivos.
Desejo a você um maravilhoso 2017, e que este resto de 2016 traga bons momentos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Jayhana De Nardi - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo