TAG: The Liebster Awards

Olá meus lindos e lindas!
Pela primeira vez irei responder uma Tag, e quem me indicou foi a linda da Joyce Rodrigues do blog 23 do 3.



Regras:

Linkar quem te indicou ;
Colocar a imagem da Tag (essa acima) ;
Escrever 11 fatos sobre você;
Responder as perguntas de quem te indicou;
Indicar de 11 a 20 blogs que tenham menos de 200 seguidores;
Fazer 11 perguntas para os blogs indicados.



11 Fatos sobre mim:

1 - Amo livros. Adoro ler romances, desde os mais açucarados a paixões avassaladoras;
2 - Amo também escrever, tenho 3 livros escritos (mas infelizmente nenhum publicado);
3 - Um dos meus sonhos é publicar meus livros;
4 - Não sei nadar;
5 - Meu animal de estimação predileto é gato, mas infelizmente nunca tive um;
6 - À principio pareço ser tímida, mas quando começo a falar não paro mais;
7 - Quando gosto muito de um filme/livro/série não paro de falar daquilo;
8 - Uso óculos, mas odeio tirar foto com eles;
9 - Gosto de pessoas agitadas, por mais que eu pareça ser calminha rsrs;
10 - Quero muito um dia ter filhos;
11- Gosto muito do escritor Nicholas Sparks, e por causa disso meu filho se chamará Nicholas;


Perguntas da Joice:

1 - Cachorro ou gato?
Gato, com certeza.

2 - Tem alguma religião? Qual?
Sim, sou evangélica, congrego na Primeira Igreja Batista da minha cidade. 

3 - Qual a tua idade?
20 anos (Nossa como estou velha!).

4 - Marvel ou Dc?
Huuuum, acho que nenhum. rsrs'

5 - Por quê fez o Blog?
Sempre gostei muito de escrever, já tive blog uma vez e eu gostava muito de usá-lo, mas acabei excluindo, então ano passado decidi voltar, e aqui estou. ó/
O blog é uma forma de compartilhamos aquilo que gostamos, sentimos e pensamos com várias pessoas.

6 - 5 livros que levaria para toda a vida?
Nossa, acho que eu levaria a minha estante toda, mas tudo bem, tentarei escolher aqui apenas cinco. rsrs'
A Cabana de William P. Young, Despertar - A Bandeja de Lycia Barros, Jogos Vorazes de Suzanne Collins, Jogos Vorazes - Em Chamas de Suzanne Collins, Jogos Vorazes - A Esperança de Suzanne Collins.

7 - Uma saga?
Crepúsculo de Stephenie Meyer.

8 - Exatas ou Humanas?
Humanas, com certeza.

9 - Um sonho?
Publicar meus livros.

10 - Uma citação que te inspira?
Mas ele me disse: "Minha graça é suficiente a você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza". Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco, é que sou forte.                      - 2 Corintios 9 - 10

11- Qual o estilo musical que tu mais gosta?
Gospel.


Minhas Perguntas:

1 - Qual palavra de definiria?
2 - Se hoje fosse seu último dia de vida, o que você faria?
3 - Gosta de ler? Se sim, qual o seu livro favorito?
4 - O que você mais gosta de fazer?
5 - Qual seu blogueiro ou blogueira predileta?
6 - Porque você criou o seu blog? Qual o intuito dele?
7 - Se você pudesse viajar, para onde iria?
8 - "Que a sorte esteja ao seu favor", a sorte está ao seu favor agora?
9 - Qual o seu momento inesquecível?
10 - Qual foi o seu mico mais engraçado?
11 - Um frase que levará consigo para a vida toda?



O que eu aprendi em 2015...

Olá meus lindos e lindas!
2015 já se foi, mas as lembranças, os aprendizados, as pessoas que conheci não se foram, e se depender de mim não irão tão cedo.
E foi pensando em tudo que passei em 2015 que resolvi postar aqui o que eu aprendi (Além de ter visto esse tema em outro blog e gostado muito. Caso queira conferir é só acessar o blog da Joyce Rodrigues).


O que eu aprendi em 2015...



Há mais ou menos três anos atrás eu tentei conseguir uma bolsa para cursar Jornalismo na Estácio, cheguei a ir à faculdade, mas me avisaram que a vaga já havia sido preenchida.
Sim fiquei triste, afinal era um sonho meu, mas não me desesperei, pelo contrário, eu estava tranquila e o que vou dizer pode até parecer uma cena de filme, mas realmente aconteceu, eu olhei para o prédio da faculdade e disse: 'um dia ainda irei estudar Jornalismo aqui'.
E hoje lá estou eu, cursando Jornalismo, e isso é a coisa mais importante que aprendi em 2015, que tudo tem o seu tempo!
Não importa o quanto nos esforçamos, ou o quanto tentamos, haverá o tempo certo para realizarmos aquilo que queremos, mas o importante é nunca deixar de tentar.




Meu sonho era cursar Jornalismo, mas em parte eu tinha medo disso, tinha medo de não gostar, de não ser o que eu queria.
Eu sou aquele tipo de pessoa extremamente confusa e medrosa, medrosa não do tipo que tem medo de alguns bichos ou de pessoas, mas medrosa do desconhecido, do novo.
Uns tempos antes de sair o resultado da bolsa de estudos eu conversei com Deus e pedi para que fosse feita a vontade d'Ele, e Ele me honrou muito me dando a oportunidade de fazer o curso, mas eu tive medo quando consegui, além do medo de talvez não gostar do curso, medo do novo, do desconhecido, mas Deus esteve e está comigo em todo o tempo, e hoje sou extremamente feliz por aquilo que Ele me deu. Tudo tem o seu tempo, tudo tem o tempo de Deus, e se hoje estou onde eu estou é porque Deus me capacitou.




Como eu disse tive muito medo. Confesso para vocês que eu sou uma pessoa extremamente emocional, e por conta disso muitas vezes me sentia uma fraca, porque eu ficava com medo e chorava por bobeirinhas (até hoje eu sou assim, mas deixa baixo kkkkk pelo menos eu melhorei um pouco).
Eu moro no interior do estado do Espírito Santo, e para fazer a faculdade preciso ir à Vitória (Capital do Espírito Santo), e como não sou de sair muito, imagina o desastre? Eu em uma cidade grande. 
Esse medo me fez pensar em desistir, mas como eu disse Deus me ajudou muito, e eu encarei meu medo de frente, no momento continuo morando no interior e vou para a faculdade quase todos os dias e volto, mas quem sabe em breve não me mudo para Vitória(Afinal alguma coisa me diz que esse é meu destino).
Para alguns isso pode parecer bobeira, mas todos tem seus medos, suas limitações, e devemos respeitar isso, ok?




Para quem viveu praticamente a vida toda (até então) em uma cidade pequena onde todo mundo parece igual, ir para cidade grande e vê que há muitos tipos de pessoas acaba sendo um choque.
Mas se tem uma coisa que aprendi ao conviver e também em uma das minhas matérias na faculdade, é que devemos respeitar cada pessoa independente de sua raça, sexo, etnia, e principalmente de suas escolhas.




Conheci novas pessoas esse ano e isso é muito bom, afinal novos amigos são sempre bem vindos.
E viver bons momentos com essas pessoas é o que torna tudo melhor.
Ter muitos amigos nunca é demais, mas é essencial sabermos quem são nossos amigos de verdade.
Aprendi que nem todos serão nossos amigos e nem todos irão estar ao nosso lado e torcer por nós, mas podemos dar o nosso melhor sempre, mesmo que talvez não recebemos isso de volta. Porque o mais importante na vida não é receber, mas dar, tudo que ganhamos na vida são através de nossas atitudes.
Às vezes as grandes coisas das nossas vidas, são obtidas por pequenos gestos.




Completei um ano em meu primeiro trabalho e me senti muito feliz por isso.
Cheguei sem saber praticamente nada, um pouco assustada, mas fui superando um dia de cada vez. Já aprendi muito, e sei que tenho muito mais que aprender. Aprendi que erraremos muitas vezes, mas isso não quer dizer que somos ruins, e sim que estamos aprendendo, desde que estejamos sempre dispostos a superar.
Aprendi que ás vezes estaremos de bom humor, e ás vezes iremos querer explodir, mas isso faz parte da vida e do nosso dia a dia, devemos respirar fundo e seguir em frente, pois ao mesmo tempo que teremos dias ruins outras pessoas também terão e deveremos respeitar esse momento.
Aprendi também que tudo sai melhor quando fazemos as coisas com carinho.




Sempre gostei muito de escrever, e de expressar aquilo que sinto e gosto, e foi pensando nisso que resolvi criar o blog Jayhana De Nardi, confesso que não é a primeira vez que crio um blog, eu tive um mais ou menos em 2010/2011, mas acabei excluindo, e aqui estou eu novamente.
O blog hoje é meu xodozinho, tento ao máximo cuidar dele, fazendo aquilo que amo. Claro tem muito mais coisas que quero e preciso correr atrás - como publicar um livro, mas acredito que oportunidades surgirão.
A dica que dou a vocês é que lutem pelo que querem, aqui estou eu, fazendo o curso que amo e com um blog que é a minha cara.




Se tem uma coisa que amo nas minhas idas a faculdade é que conheço pessoas novas, e conheço suas histórias, seus gestos.
Eu amo muito isso, e pensando bem o que acham de um post: O que aprendi com pessoas que esbarrei em minha vida, muito legal né?




Quantas vezes na vida já sofremos por gostar tanto de alguém que não podia nos corresponder né?
Isso já aconteceu tanto comigo que eu já até comecei a me acostumar. rsrs'
Mas eu sempre sofria por uma pessoa por mais ou menos um ano e depois esquecia, então começava a gostar de alguém e passava por tudo aquilo de novo, mas a última vez que isso ocorreu eu me apaixonei por uma pessoa, e passou um ano, dois anos, três anos e nada, eu continuava gostando da pessoa, mas sem ser correspondida (é claro).
Resumindo a história, eu gostei muito de um garoto, fiquei super apaixonada (daquele tipo de garota que só falta ajoelhar aos pés e suplicar para ficarem juntos, mas eu nunca quis admitir que eu era assim), cheguei a conhecer quase toda a família dele, sempre que ele me chamava para sair eu saia, só que tinha um problema nós éramos apenas amigos, e formos nesse tempo todo sendo apenas isso.
Ele sabia que eu gostava dele, mas eu nunca soube o que de fato ele sentia, ás vezes parecia que gostava (e não é a minha imaginação que criava coisas, porque pessoas apaixonadas costumam fazer isso, mas era o que ele dizia ás vezes), e outras parecia não gostar, nem sei dizer ao certo, mas acho que nem ele sabia o que queria, eu sabia, claro que sabia, eu gostava dele e queria estar com ele.
Depois de tantas idas e vindas eu fui tomando raiva da cara dele, fui guardando mágoa, já estava cansada de chorar, e pedia a Deus todos os dias para me livrar daqueles sentimentos.
Depois de muito tempo decidi desistir, na verdade já não estávamos mais nos dando bem, eu já não conseguia mais encarar de boa toda a situação.
Aprendi que ninguém é obrigado a gostar de ninguém, não podemos forçar uma pessoa a gostar de nós, até porque isso é ruim, mas se não gostamos de uma pessoa, ou não sabemos ao certo o que sentimos devemos abrir mão dessa pessoa, porque quando queremos realmente ficar com alguém não existem dúvidas, se houver dúvidas é bom que saiba que talvez você não gosta da pessoa, não para ter um relacionamento com essa pessoa, além do mais, quando você faz isso você está prendendo a pessoa a você e impedindo que ela seja feliz com outra pessoa, e se impedindo de ser feliz também.
Assim como se apaixonar é inevitável, sofrer faz parte do processo, mas é importante seguimos em frente.




E por fim, família é e sempre será a base de tudo, claro, depois de Deus, mas a nossa família é quem estará lá quando ninguém mais estiver, que nos suportará quando estiver maravilhosamente bem, ou horrivelmente mal. 



Enfim amores foram essas coisas que aprendi em 2015, e 2016 tenho muito mais o que aprender, espero que tenham aprendido muitas coisas também e se quiserem compartilhar comigo eu adoraria saber. Desejo que esse ano seja marcado por muitos momentos bons.

Instrumentos Mortais - Filme X Série

Olá meus lindos e lindas, como vocês estão?
Bem? Super bem? Ou muito bem?
Hoje não quero tristeza aqui, quero vê todo mundo feliz. haha'
E como está o clima ai? Aqui está um friozinho maravilhoso. E sabem o que combina com frio?
FILME/SÉRIE + EDREDON + PIPOCA 
E foi pensando nisso que resolvi trazer a resenha de uma série (e do filme também haha) que está me deixando viciada. Os Instrumentos Mortais. ó/



Os Instrumentos Mortais é uma série literária composta por seis livros escritos por Cassandra Clare, são eles: Cidades dos Ossos, Cidades das Cinzas, Cidade de Vidro, Cidade dos Anjos Caídos, Cidade das Almas Perdidas e Cidade do Fogo Celestial.




Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos

É um filme baseado no primeiro livro da série composta pelo mesmo nome, seu lançamento ocorreu em 21 de agosto de 2013.
Clary (Lilly Collins) é uma jovem que tem uma vida comum (pelo menos até então). As únicas pessoas que ela tem é a sua mãe Jocelyn (Lena Headey), Luke (um policial amigo da família), e seu melhor amigo Simon (Robert Sheehan).
Em seu aniversário ela decide ir ao Pandemônio (uma boate) com  Simon, lá ela testemunha um assassinato, mas o que acha estranho é que seu amigo não viu nada.
No outro dia Clary sai com Simon novamente, enquanto os dois estão conversando ela vê Jace - o assassino (Jamie Campbell Bowe), decide então ir conversar com ele para tirar algumas dúvidas.
Enquanto os dois conversam sua mãe liga pedindo para que ela não vá para casa (isto porque ela está sendo atacada), mas Clary não a escuta e vai direto para casa, só que ao chega lá percebe que é tarde demais, a casa está toda revirada e sua mãe não está lá.
Mas isso não é o pior, lá ela encontra um cachorro, e não é um cachorro comum, é um demônio (que bixo feio gente).
Para se defender ela consegue queimá-lo espalhando fogo pela cozinha, mas acham que acabou fácil assim?
Não mesmo, o demônio voltou (sim ele não morreu, medo), Jace aparece e a salva.
Juntos eles vão à casa de Madame Dorothea (sua vizinha), atrás de respostas. Dorothea é uma bruxa e pede que Clary escolhe uma das cartas, Clary escolhe o ás de copas, que tem a forma de um cálice, Jace diz que quem raptou sua mãe deve estar atrás do cálice mortal (um dos três instrumentos mortais), e Dorothea diz que a mãe de Clary é uma caçadora de sombras que nem Jace.
Ao sair da casa da vizinha ela corre para a casa dela achando que tem outro demônio lá, mas ao invés disso encontra Simon.
Simon pergunta porque a casa está toda revirada e ela tenta explicar o que está acontecendo.
Simon vê Jace, e os três vão juntos procurar Luke, mas ela descobre que não pode confiar em Luke, já que o ouviu falando com dois homens que não se importa com Jocelyn.
Jace leva Clary e Simon para o esconderijo dos caçadores de Sombras, lá ele apresenta seus dois irmãos adotivos, Isabelle e Alec.
Juntos eles vão atrás do cálice e de recuperar a mãe de Clary.
A cena que mais gostei é quando Clary e Jace estão em um jardim conversando (a música de fundo é linda, dá um play, Heart by Heart - Demi Lovato).
Posso dizer que a primeira vez que vi o filme detestei! Acho que a principio foi porque eu não havia entendido muito bem o filme, já que assisti com umas amigas e não prestei atenção no filme um segundo. rsrs'
Mas assistindo o filme de novo, ele parece bem legal, vale a pena assistir, e pelo que andei pesquisando ele é mais fiel ao livro, não sei informar ao certo, pois não li, mas sim já quero toda a saga para mim.


Infelizmente meu único e verdadeiro amor, continua sendo eu mesmo.


Filme: Os Instrumentos Mortais - Cidades Dos Ossos.
Lançamento: 21 de agosto de 2013.
Duração: 2h10min
Dirigido por: Harald Zwart
Gênero: Aventura | Fantasia | Ação
Nota:



TRAILER OFICIAL







Shadowhunters - Os Instrumentos Mortais

Confesso que minha paixão pelos Instrumentos Mortais começou com a série, como uma viciada em Netflix vi a série dando sopa lá e resolvi assistir, já amei logo na primeira cena.
Os Caçadores de Sombra aparecem logo de cara atrás dos demônios, que ao encostarem nas pessoas se transformam nelas, na primeira cena Jace se esbarra em Clary, e acha estranho que ela possa vê-lo. (a música de inicio eu ameeei - dá um play ai Monsters - Ruelle).
Comparando ao filme tem muitas diferenças, mais detalhes, e as cenas de ação são muito mais top. Os demônios conseguem ser mais assustadores também. rsrs'
No primeiro episódio as cenas vão até a parte que Simon passa a vê Jace.
Os atores são muito bonitos. O cabelo da Clary é maravilhoso (quero um cabelo igual ao dela), o Jace é muito lindo, e eu achei a Isabelle muito bonita, adorei também o look dela.
Além do primeiro episódio já tem o segundo também, o segundo vai até a parte que Simon é raptado por vampiros (ops spoiler!). 
Agora aguardo o terceiro episódio que vai ser bombástico.




Todas as lendas são verdadeiras, somos shadowhunters.


Nome: Shadowhunters - Os Instrumentos Mortais
Gênero: Aventura | Fantasia | Ação
Temporadas: 1
Situação: Em Produção
Nota:


TRAILER OFICIAL


Comprinhas - Volta as aulas! ✌

Olá meus lindos e lindas!
Férias escolar é tudo de bom né?
Podemos dormir tarde, acordar tarde (para quem não trabalha), assistir séries, ler livros, sair ou ficar sem fazer nada nos finais de semana, afinal férias é tudo de bom, mas infelizmente passa muito rápido, e já já as férias acabam!
Por conta disso já fiz algumas comprinhas dos meus materiais, que tal conferir?










  Mochila Corujinha


Eu havia entrado na loja só para olhar e conferir os preços, mas quando olhei essa mochila logo me apaixonei por ela.
Na frente tem três bolsinhas pequenas, a do meio fecha com uma cordinha.
Ela fecha por fora e também tem a cordinha para amarrar. Por dentro tem uma bolsinha pequena. O preço dela é R$ 69,99.





 Bolsinha De Lápis

Essa bolsinha é muito fofa também, ela é simples, mas o brilho dela já encanta. haha'
O valor dela é R$ 15,99.








 Caderno I ❤ Jesus


Agora o que me deixou maravilhada mesmo foi encontrar esse caderno, eu simplesmente amei, eu estava procurando algum caderno que não fosse muito caro, de preferência com adesivos, mas quando eu achei esse simplesmente amei e nem liguei que não tinha adesivos.


Mas como vocês podem ver, a capa por dentro tem um versiculo.
Ele tem uma parte que você pode colocar algumas folhas, e tem um poster, incrível né?
As folhas são simples.
O valor é R$ 15,99.







Amei cada coisa que comprei, e vocês já compraram a de vocês?

Calendário 2016 - Janeiro

Olá meus lindos e lindas!
No post anterior postei o calendário anual, agora postarei o mensal!
O calendário mensal de hoje é referente ao mês de JANEIRO, um pouco (muito) atrasado, mas dizem que antes tarde do que nunca né? rsrs'





FAÇA DE 2016 O SEU ANO DE MUDANÇAS!


Mais um ano se vai, e com ele vão as lembranças de momentos, momentos de raiva, momentos de alegria, momentos de tristezas, momentos de perdas, momentos de amor, momentos de ódio. Há tempo para tudo, para cada momento.
Por que as pessoas criam tantas expectativas na virada do ano?
O ano será o mesmo se você for o mesmo, se as suas atitudes forem as mesmas! O ano novo quem faz é você.
Por isso as pessoas criam expectativas e se frustam porque elas querem coisas novas, mas esperam que coisas novas aconteçam sem correr atrás.
Desejo que em 2016 você ria mais, chore mais, ame mais, pule mais, dance mais, viva mais, cante mais, faça mais, erre mais, e acerte mais.
2016 quem faz é você, portanto faça um bom 2016!
Que esse ano tudo seja intenso em sua vida!

Calendário - 2016

Olá meus lindos e lindas!
2016 já chegou e estou muito afim de trazer coisas novas para vocês. 



Já comemoraram?? Haha'
Para começar trouxe um calendário que fiz com muito carinho!
Neste post tem o Calendário 2016 completo, mas a cada inicio de mês postarei do mês referente junto com uma frase e uma reflexão para animar ainda mais o seu mês!





E ai o que acharam?

Eu Amo Livros - Dia Do Leitor! ❤

Olá meus lindos e lindas.
Hoje é um dia muito especial, é DIA DO LEITOR!
E eu como sou uma pessoa super viciada em livros, principalmente romances, não poderia deixar de comemorar esse dia com vocês!
Por isso hoje vou falar dos 5 livros que mais gosto! (mentira eu gosto de muitos, mas selecionei 5 para vocês).





A Cabana - William P. Young
Esse livro é muitooooooooooo lindooo!!!

Sinopse:
A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta ao cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, "A Cabana" invoca a pergunta: "Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?" As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.

Viver sem ser amado é como cortar a asas de um pássaro e tirar sua capacidade de voar.



Jogos Vorazes - Suzanne Collins
Eu amooooooo essa trilogia.

Sinopse:
Em uma nação chamada Panem, jovens de 12 a 18 anos são selecionados para lutar até a morte nos chamados Jogos Vorazes. Katniss Everdeen se oferece para lutar no lugar da irmã, escolhida para o programa. Vinda do empobrecido Distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Até onde ela estará disposta a ir para ser vitoriosa?


Esperança é a única coisa mais forte que o medo. Um pouco de esperança é eficaz, muita esperança é perigoso. Faíscas são boas enquanto são contidas.



Crepusculo - Stephenie Meyer
Essa saga jamais esquecerei.
Foram os primeiros livros a me viciarem a querer outros.

Sinopse:
Quando Isabella Swan se muda para a melancólica cidade de Forks e conhece o misterioso e atraente Edward Cullen, sua vida dá uma guinada emocionante e apavorante. Com corpo de atleta, olhos dourados, Edward é ao mesmo tempo irresistível e impenetrável. Até então, ele tem conseguido ocultar sua verdadeira identidade, mas Bella está decidida a descobrir seu segredo sombrio.

É o crepúsculo de novo. Outro final. Não importa o quanto os dias sejam perfeitos, eles simplesmente têm de acabar.





A Culpa É Das Estrelas - John Green
Pensaaaa num livro lindo e que te faz ri e chorar, e chorar, e chorar, e chorar... Já entendeu né? rsrs'

Sinopse:
Hazel foi diagnosticada com câncer aos treze anos e agora, aos dezesseis, sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões. Ela sabe que sua doença é terminal e passa os dias vendo tevê e lendo Uma Aflição Imperial, livro cujo autor deixou muitas perguntas sem resposta. Essa era sua rotina até ela conhecer Augustus Waters, um jovem de dezessete anos que perdeu uma perna devido a um osteosarcoma. Com a ajuda de uma instituição que se dedica a realizar o último desejo de crianças doentes eles embarcam para Amsterdã para procurar Peter Van Houten, o autor de Uma Aflição Imperial, em busca das respostas que desejam.

Você me deu uma eternidade dentro dos nossos dias numerados.




Despertar - A Bandeja - Lycia Barros
Não posso deixar te citar um livro brasileiro né?
Esse livro é maravilhooooosooooo.

Sinopse
A bandeja conta a história de Angelina, jovem de 19 anos, que ao entrar para a universidade inicia um apaixonado envolvimento amoroso com um de seus professores, Alderico - mais conhecido por Rico. Por conta de toda a avassaladora e descontrolada paixão que envolve esse relacionamento, Angelina começa a viver somente para Rico, colocando seus estudos, seus amigos, sua família, sua religião e até mesmo a si própria em segundo plano. Angelina é evangélica por tradição familiar e não exatamente por convicção religiosa. Porém, inesperadamente, tem um estranho sonho, cujas revelações possuem um forte e marcante significado, que ela somente conseguirá compreender mais tarde. Quando, no momento certo, a grande verdade lhe é revelada, ela finalmente compreende o que significa o amor de Deus em sua vida.


Aprendi que escolher o errado é sempre mais fácil, as coisas boas e permanentes nem sempre são as primeiras a aparecer. Se dependermos de Deus, não cometeremos os mesmos erros de quando somos independentes d'Ele. As escolhas são nossas... Rejeite a maldição, e a bênção te alcançará.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Jayhana De Nardi - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo